Ficheiro de texto · Imprimir · Fechar
MOURÃO-FERREIRA, David
"Sobre o decassνlabo e o alexandrino na poesia de Cesαrio Verde" / David Mourγo-Ferreira. In: Revista Colóquio/Letras. Ensaio, n.º 93, Set. 1986, p. 74-81.
Resumo: Avaliação estatística das opções métricas de Cesário Verde - particularmente da diversidade combinatória dos dois metros preferidos do poeta: o decassílabo e o alexandrino. Na passagem do decassílabo para o alexandrino, surpreende-se um importante momento de maturação da modernidade poética de Cesário Verde. Achegas para a datação dos poemas «Humilhações» de «De Verão».
Assuntos:
ÁreasLiteratura Portuguesa
GénerosPoesia
SéculosSéc. XIX
Autores/Obras Estudadas em Língua PortuguesaVerde, Cesário
Dados de Análise Textual semântica versificatória · técnica versificatória · decassílabo · literatura portuguesa: alexandrino na poesia · modernidade poética · Verde, Cesário: datação de poemas
Autores/Obras Citadas de Língua Portuguesa Pinto, Silva · Bocage · Cabral, Paulino António · Brandão, Lima · Castilho, António Feliciano de · Herculano, Alexandre · Coelho, Jacinto do Prado — A Letra e o Leitor · Coelho, Jacinto do Prado — Dicionário de Literatura · Serrão, Joel — «Tábua Biobibliográfica de Cesário Verde» · Serrão, Joel — «Vida e Morte de Cesário Verde» · Martins, António Coimbra — «Alexandrino» · Verde, Cesário — «O Sentimento dum Ocidental» · Verde, Cesário — «Esplêndida» · Verde, Cesário — «Ele» · Verde, Cesário — «Eu e Ela» · Verde, Cesário — «Vaidosa» · Verde, Cesário — «Cinismos» · Verde, Cesário — «Lágrimas» · Verde, Cesário — «Proh pudor!» · Verde, Cesário — «Arrojos» · Verde, Cesário — «A Forca» · Verde, Cesário — «Cantos da Tristeza» · Verde, Cesário — «Heroísmos» · Verde, Cesário — «Manias» · Verde, Cesário — «Lúbrica» · Verde, Cesário — «Impossível!» · Verde, Cesário — O Livro de Cesário Verde · Verde, Cesário — «Meridional» · Verde, Cesário — «Flores Venenosas» · Verde, Cesário — «Cabelos» · Verde, Cesário — «Cadências Tristes» · Verde, Cesário — «Responso» · Verde, Cesário — «Ironias do Desgosto» · Verde, Cesário — «Frígida» · Verde, Cesário — «Num Álbum» · Verde, Cesário — «A Débil» · Verde, Cesário — «Deslumbramentos» · Verde, Cesário — «De Verão» · Verde, Cesário — «Desastre» · Verde, Cesário — «Contrariedades» · Verde, Cesário — «Humilhações» · Verde, Cesário — «Num Bairro Moderno» · Verde, Cesário — «Manhãs Brumosas» · Verde, Cesário — «Noites Gélidas» · Verde, Cesário — «Cristalizações» · Verde, Cesário — «Noite Fechada» · Verde, Cesário — «Em Petiz» · Verde, Cesário — «Noitada» · Verde, Cesário — «De Tarde» · Verde, Cesário — «Provincianas» · Verde, Cesário — «Sardenta» · Verde, Cesário — «Flores Velhas» · Verde, Cesário — «Ó áridas messalinas…» · Verde, Cesário — «Nós» · Verde, Cesário — «Num tripúdio de corte rigoroso» · Quental, Antero de — Odes Modernas · Quental, Antero de — «No Templo» · Quental, Antero de — «A Um Crucifixo» · Quental, Antero de — «Por mais que o mundo aclame os vãos triunfadores…» · Quental, Antero de — «Há dois templos no espaço - um deles mais pequeno» · Azevedo, Guilherme de — A Alma Nova · Junqueiro, Guerra — A Morte de D. João · Leal, Gomes — Claridades do Sul · Serrão, Joel — Obra Completa de Cesário Verde (ed.) · Mourão-Ferreira, David — Hospital das Letras · Mourão-Ferreira, David — «Notas sobre Cesário Verde. III - Da Cidade para o Campo» · Verde, Cesário — «Setentrional»
Autores/Obras Citadas de Língua Estrangeira Hugo, Victor · Baudelaire, Charles · Valéry, Paul — Le Cimetière marin · Valéry, Paul — Oeuvres
Periódicos Citados de Língua PortuguesaColóquio/Letras — Lisboa · Diário de Notícias — Lisboa · Diário da Tarde — Porto · Boletim Cultural — Assembleia Distrital de Lisboa · Novidades — Lisboa
Instituições MencionadasFundação Calouste Gulbenkian — Lisboa · Portugália Editora — Lisboa · Serviço de Bibliotecas Itinerantes e Fixas da Fundação Calouste Gulbenkian · Imprensa Nacional-Casa da Moeda — INCM, Lisboa · Figueirinhas — Porto · Bibliothèque de la Pléiade — Paris

© Fundação Calouste Gulbenkian, 2006